Toronto é rankeada como um dos grandes hubs tech mundiais, de acordo com o relatório 2017 divulgado pelo Global Startup Ecosystem. No Canadá, a cidade é considerada como o grande motor da economia, concentrando 20% do PIB do país e movimentando mais de 317 bilhões de dólares na economia. Junto com Kitchener-Waterloo e Vancouver, Toronto hoje lidera o setor de inovação e empreendedorismo canadense, que já está desbancando o Vale do Silício em termos de atração de jovens talentos e novos negócios no setor da tecnologia. E aqui vão 7 startups que lideram esse movimento e que você precisa conhecer.

Wattpad — A Wattpad foi fundada em 2006 e é uma comunidade online de storytelling. Seus usuários podem upar seus próprios trabalhos – como contos, poemas, fan fiction, artigos, estórias etc – pelo website ou aplicativo mobile. Essa plataforma conecta leitores e escritores do mundo inteiro e, de acordo com seus fundadores, mais de 500 escritores já publicaram trabalhos vistos mais de 1 milhão de vezes. A startup já conta com mais de 45 milhões de usuários e já recebeu cerca de 70 milhões de dólares em investimento até o momento.

Kik Messenger — O Kik é um aplicativo de bate-papo que se destaca por preservar o anonimato de seus usuários, bem como por não exigir um número telefônico para login. A cada semana, o Kik aumenta seu volume de usuários em 2% desde seu lançamento em 2009 por estudantes da Universidade de Waterloo. Em Maio de 2016, o aplicativo alcançou a marca de 300 milhões de usuários e já recebeu, até o momento, um pouco mais de 70 milhões de dólares em investimento.

Shopify — Essa é uma das startups canadenses mais promissoras a nível mundial. Fundada em 2004, sediada em Ottawa e com escritório em Toronto, a Shopify ajuda pequenas e médias empresas a comercializarem seus produtos online, auxiliando seus clientes não apenas em detalhes técnicos, como também isentando-os de contratar desenvolvedores de site à parte. Como se vê, a Shopify se apresenta como uma solução all-in. Seus usuários podem criar seus produtos online, desenhar seus próprios websites e maximizar seus lucros, que antes seriam direcionados à folha de pagamento de muito mais funcionários. Pela plataforma online é possível, também, trackear como seus produtos estão sendo vendidos e analisar qual é a melhor forma de impulsionar suas vendas. A Shopify hoje se encontra embarcada em diversas empresas de grande nome, como a CrossFit, General Eletric e a Anistia Internacional.

Top Hat — Por que proibir o uso de celulares e tablets em sala de aula quando, na verdade, poderíamos utilizá-lo ao favor de alunos e professores? A Top Hat promete acabar com o estigma dessa proibição ao oferecer uma experiência individualizada aos alunos durante a aula, enquanto o dispositivo-mestre é controlado pelo(a) professor(a). Isso permite estudantes interagirem com o docente por meio de perguntas no aplicativo, resolução de questões e se envolver mais profundamente com o material de estudo. Mais de 500 instituições de ensino já usam a Top Hat em suas aulas, dentre elas Harvard, Universidade de Toronto, Stanford e Universidade de Waterloo, reunindo mais de 500 mil alunos registrados na base do app. Não é à toa que a empresa ganhou o prêmio de startup do ano em 2016.

Figure 1 — Conhecido como o Instagram para médicos, essa startup do ramo da saúde tem revolucionado a interação entre médicos na avaliação de casos e imagens gráficas de exames. Foi fundada em 2013, tendo captado investimento de 2 milhões de dólares no primeiro ano e acumulado, até o momento, 9 milhões de dólares em investimento. Segundo a startup, mais de 1 milhão de profissionais da saúde estão usando a plataforma.

Freshbooks — Esse aplicativo permite que pequenos negócios façam o gerenciamento dos seus livros, receitas, despesas e faturas, permitindo uma relação mais próxima e transparente com seus clientes. Pela plataforma, é possível o envio de lembretes aos compradores, recibos, rastreamento de perdas e ganhos e diversas outras funcionalidades que antes recaíam sobre a figura do contador. A freshbooks hoje opera em mais de 120 países e conta com mais de 5 milhões de clientes.

Inkblot — Mais uma startup que está revolucionando o setor da saúde no Canadá. A Inkblot conecta jovens canadenses a profissionais da saúde mental, possibilitando ajuda rápida de conselheiros, assistentes sociais e psicólogos que estão disponíveis para terapias via vídeo. Atualmente, há cerca de 50 profissionais cadastrados, e os assistidos podem fazer um cadastro rápido e, por meio do preenchimento de um rápido questionário, a ferramenta irá dar o match com o conselheiro que mais se alinhar ao perfil do paciente. As sessões custam em torno de 75 dólares, mas a empresa já está em busca de abordagens mais acessíveis e até mesmo gratuitas a médio prazo.

E você ainda acha que pode ignorar o ambiente de inovação de Toronto?

Em setembro, a Next Level levará um time de 10 empreendedores brasileiros para se conectar com a atmosfera empreendedora de Toronto, considerada a mais diversificada e aberta a novos negócios do mundo! Vamos visitar as principais aceleradoras, incubadoras e startups responsáveis por liderar a inovação no setor tech do país. Você pode estar lá! Já pensou colher feedbacks e boas práticas dos grandes líderes da atualidade? Restam poucas vagas! Participe dessa seleta turma aqui! Esperamos você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *